Conhecendo Deus e a Sua Vontade

João Barreto Jr.



COLOSSENSES 1:9 e 10 - Por esta razão, também nós, desde o dia em que o ouvimos, não cessamos de orar por vós e de pedir que transbordeis de pleno conhecimento da sua vontade, em toda a sabedoria e entendimento espiritual; a fim de viverdes de modo digno do Senhor, para o seu inteiro agrado, frutificando em toda boa obra e crescendo no pleno conhecimento de Deus;


Conhecer a Deus e sua vontade é quesito básico para o crescimento espiritual. Não há desenvolvimento cristão fora da vontade de Deus.


1. Tudo aquilo que é intentado fora da vontade de Deus está destinado ao fracasso e no final não produzirá vida, ma sim morte.


2. Provérbios 16:25 - Há caminho que parece direito ao homem, mas afinal são caminhos de morte. É preciso retornar, voltar ao início e tomar o caminho certo.


3. Para alcançarmos êxito é importante seguir o caminho proposto por Deus, mesmo que, a princípio, esse caminho não nos pareça o melhor.


Exemplo de Abraão


1. GÊNESIS 22:2 - Acrescentou Deus: Toma teu filho, teu único filho, Isaque, a quem amas, e vai-te à terra de Moriá; oferece-o ali em holocausto, sobre um dos montes, que eu te mostrarei.

· Abraão fez tudo em conformidade com a vontade de Deus


2. GENÊSIS 22:9 a 13 - Chegaram ao lugar que Deus lhe havia designado; ali edificou Abraão um altar, sobre ele dispôs a lenha, amarrou Isaque, seu filho, e o deitou no altar, em cima da lenha; e, estendendo a mão, tomou o cutelo para imolar o filho. Mas do céu lhe bradou o Anjo do SENHOR: Abraão! Abraão! Ele respondeu: Eis-me aqui! Então, lhe disse: Não estendas a mão sobre o rapaz e nada lhe faças; pois agora sei que temes a Deus, porquanto não me negaste o filho, o teu único filho. Tendo Abraão erguido os olhos, viu atrás de si um carneiro preso pelos chifres entre os arbustos; tomou Abraão o carneiro e o ofereceu em holocausto, em lugar de seu filho.


Embora, a primeira vista, a situação não parecia nada favorável ao cumprimento da promessa de uma descendência, Abraão confiava na fidelidade de Deus para cumprir aquilo que havia prometido, mesmo que para isso tivesse que, das cinzas, tornar Isaque à vida.


Considerações:


1. Abraão era avançado de idade e Isaque um moço vigoroso.

2. Isaque se ofereceu a seu Pai para ser sacrificado.

3. Vemos aqui uma figura de Cristo.


“Quanto mais o sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus, purificará as vossas consciências das obras mortas, para servirdes ao Deus vivo?” – Hebreus 9:14.


Abraão viu um carneiro preso nos arbustos e substituiu Isaque por Ele. Jesus, pregado na cruz, nos substituiu morrendo a nossa morte para que hoje pudéssemos viver a sua vida.


Todas essas coisas aconteceram em um monte. Jesus foi levado ao monte Calvário e ali foi morto por nós.


Mesmo na aparente adversidade Abraão adorou ao Senhor no monte e voltou com Isaque, exatamente como dissera a seus servos. “E disse Abraão a seus moços: Ficai-vos aqui com o jumento, e eu e o moço iremos até ali; e havendo adorado, tornaremos a vós” – Gênesis 22:5. Cumprir a vontade de Deus produz vida.


“Ora, o mundo passa, bem como a sua concupiscência; aquele, porém, que faz a vontade de Deus permanece eternamente” – I João 2:17


“O caminho de Deus é perfeito; a palavra do SENHOR é provada; é um escudo para todos os que nele confiam” – Salmo 18:30


51 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo