Grupo Familiar - Lição 5

João Barreto Jr.

“E todos os dias, no templo e nas casas, não cessavam de ensinar e anunciar a Jesus, o Cristo” – Atos 5: 42.


Por este verso percebemos que a Igreja tinha dois hábitos com relação às suas reuniões: no templo e nas casas.


É importante entendermos que as reuniões no templo não substituem as reuniões nas casas e nem, tão pouco, as reuniões nas casas substituem as reuniões no templo. Ambas têm sua importância específica no nosso desenvolvimento cristão.


As reuniões nas casas já eram praticadas desde o início da Igreja

  • Atos 2:2– A descida do Espírito Santo sobre os discípulos que oravam em uma casa.

  • Atos 2:46 – Eles se reuniam nas casas para oração, edificação e para as refeições.

  • Atos 12:12 – Reunião de oração na casa de Maria, mãe de João Marcos.

  • Romanos 16:5 – Uma igreja se reúne na casa de Priscila e Áquila.

  • Colossenses 4:15 – A igreja que se reúne na casa de Ninfa.

  • Filemon 1:2 – Uma igreja se reúne na casa de Arquipo.

Recebendo a Igreja em Sua Casa


1 Crônicas 13:14 – A Arca da Aliança

  • A Arca da Aliança representava a presença de Deus.

  • Já somos abençoados por Deus.

  • Em Mateus 10:41 Jesus disse que aquele que recebesse o profeta na condição de profeta receberia o galardão de profeta, mas em Mateus 12:41 Jesus se declara maior que Jonas que era profeta; então qual seria o galardão de receber aquele que é maior que o profeta? Devemos receber a igreja através de pequenos grupos como se estivesse recebendo o próprio Cristo – Mateus 18:20.

Marcos 7:37 a 42 – A multiplicação dos pães.

  • Qual foi a estratégia de Jesus para que ninguém ficasse sem ser atendido?

  • Dentro dos grupos familiares é muito mais fácil, não só identificar necessidades, mas tomar o cuidado para que cada membro do Corpo de Cristo seja assistido nessas necessidades – 2 Coríntios 1:3 e 4.

Atos 5:42 - Ensinando e anunciando

  • Ensinar – é levar a pessoa entender o que Jesus representa em sua vida e ajudá-la a vencer suas dificuldades e limitação através do pastoreio. Em outras palavras é ensinar as pessoas a viverem a vida cristã.

  • Anunciar – é evangelizar, é falar de Jesus, é levar a pessoa até Jesus.

É muito importante atentarmos para isso, para tomarmos o cuidado de não fazermos de nosso Grupo de Amor uma “panelinha” onde ninguém entra. Cada um deve esmerar-se para trazer às reuniões do Grupo Familiar alguém que ainda não conhece Jesus ou hoje está andando fora do caminho de Deus.


O Grupo Familiar é o melhor lugar para você treinar as habilidades que Deus te deu. É o lugar onde você abençoa e é abençoado de uma forma mais próxima, portanto valorize cada reunião.

27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo