Sobre o Amor

João Barreto Jr.


A Bíblia declara que o que caracteriza verdadeiramente um discípulo do Senhor Jesus é a sua permanência em Sua Palavra e em Seu amor – João 8:31 – “Disse, pois, Jesus aos judeus que haviam crido nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos”; 1 João 4:7 – “Amados, amemo-nos uns aos outros, porque o amor procede de Deus; e todo aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus”; João 13:35 – “Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos: se tiverdes amor uns aos outros”.


O amor é a base da vida cristã. O cristianismo distingue-se das demais religiões, justamente porque ela tem sua origem, seu desenrolar e seu ápice no amor.


Mateus 22

37 Respondeu-lhe Jesus: Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento.

38 Este é o grande e primeiro mandamento.

39 O segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.

40 Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas.


Jesus resumiu as Escrituras a estes dois mandamentos; na verdade Ele está dizendo que o viver cristão gira em torno de três verdades: amar a Deus, amar o próximo e a si. Então podemos concluir que amar a Deus, amar ao próximo e amar a si mesmo é vivenciar o amor em toda sua plenitude.


Colossenses 3

12 Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de ternos afetos de misericórdia, de bondade, de humildade, de mansidão, de longanimidade.

13 Suportai-vos uns aos outros, perdoai-vos mutuamente, caso alguém tenha motivo de queixa contra outrem. Assim como o Senhor vos perdoou, assim também perdoai vós;

14 acima de tudo isto, porém, esteja o amor, que é o vínculo da perfeição.

66 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo