Tudo Foi Feito Por Amor

João Barreto Jr.


Em 2 Coríntios 4:15 lemos o seguinte: “Porque todas as coisas existem por amor de vós, para que a graça, multiplicando-se, torne abundantes as ações de graças por meio de muitos, para glória de Deus”. O Salmo 8:3 e 4 declara: “Quando contemplo os teus céus, obra dos teus dedos, e a lua e as estrelas que estabeleceste, que é o homem, que dele te lembres E o filho do homem, que o visites?”


O salmista ao contemplar a grandiosidade das obras das mãos de Deus questiona que é o homem diante disso tudo, mas admira-se de, apesar de o homem ter se tornado em quem se tornou o Senhor ainda o visite, pois a despeito do homem, ao pecar, ter se despido da glória com a qual o Senhor o vestiu (a ponto de sentir-se nu e esconder-se), Deus continuou a amá-lo da mesma forma e por isso olha para ele da mesma forma, como coroa da Sua criação.


Deus criou os céus e a terra e depois o homem, isto é, Deus criou o universo para abrigar a terra e a terra para abrigar o homem. Todo esse poder indescritível foi liberado criativamente pensando no ser humano. Deus não desejou realizar um projeto e depois concluiu que para que esse projeto fosse levado a efeito ele precisaria de alguém. muito pelo contrário, mão de obra especializada Ele já tinha, os anjos, mas alguém que fosse um com Ele não. Deus cria então o homem, não a partir de algo já criado como os demais seres vivos, mas a partir dele mesmo.


O que estou afirmando é que Deus, em um ato de extremo amor, criou o ser humano e lhe deu um propósito de vida, primeiro ser íntimo dele e depois, a partir desta intimidade, executar os Seus projetos.

32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo